Aguarde . . .

We Are Good

No início de uma noite fria e chuvosa em Porto Alegre, Maurício voltava do trabalho com o trânsito bastante congestionado, quando percebeu que o carro à sua frente havia enguiçado. O jovem rapaz, proprietário do veículo, saiu do carro e parecia não entender o motivo da falha mecânica. Muitas pessoas começaram a buzinar, foi quando Maurício lembrou que possuía um cabo de aço no porta malas de sua camionete. Sem pensar muito, estacionou em frente ao ocorrido e ofereceu ajuda ao rapaz, que, mesmo um pouco desconfiado, aceitou prontamente.

Os dois, então, amarraram o cabo entre os veículos enquanto aumentava a pressão das buzinas, afinal era uma véspera de feriado e todos pareciam estar ansiosos para chegar em casa.

Com certo esforço, devido à necessidade de parar o trânsito da movimentada avenida para pegar uma rua mais tranquila, Maurício conseguiu rebocar o carro enguiçado e o levou até o estacionamento de um shopping ali próximo. Quando chegaram, outras pessoas se sensibilizaram e os ajudaram a empurrar o veículo até uma das vagas.

Em segurança, sem o barulho das buzinas e muito aliviado, o homem então veio até Maurício e falou: “Nossa, eu não tenho palavras, você nem me conhece e dedicou tempo e energia para me ajudar. O que eu posso fazer para retribuir tanta atenção?" Foi então que Maurício, ao invés de dar a resposta padrão de que estava tudo bem, teve um insight e disse o seguinte: “Você pode fazer algo sim. Basta, em um dia qualquer, ajudar alguém da mesma forma que eu lhe ajudei, então estará tudo certo.

O rapaz refletiu, sorriu e entendeu o propósito apresentado ali. Ele aceitou na hora e concordou que seria realmente o melhor a fazer. Os dois se cumprimentaram e seguiram suas vidas, o homem aguardando o socorro para seu carro e Maurício dirigindo para sua casa, com uma sensação boa de ter ajudado alguém.

Entretanto, enquanto dirigia, Maurício ficou curioso e pensou: “Nunca saberei se ele realmente ajudará alguém, nem como e quando fará isso”. Indo além no pensamento, percebeu como foi pequena a sua ação lembrando que existem milhares de pessoas que fazem boas ações todos os dias: doando sangue, fazendo trabalho voluntário ou simplesmente ajudando o próximo. Maurício refletiu quanto valor isso tem, e que o mundo merecia saber de todas essas histórias. E foi neste exato instante que surgiu a idéia do WAG, que nasceu com o intuito de publicar as boas ações do mundo, gerando valor para ajudar quem mais precisa.

Alguns dias depois, Maurício contou a história ao amigo Rogério que, encantado, começou a pesquisar mais sobre o assunto e percebeu que o Brasil ocupa apenas a 74ª posição no Ranking de generosidade da respeitada CAF (Fundação de auxílio às instituições de caridade), muito atrás de países com o mesmo grau de desenvolvimento.

Maurício e Rogério decidiram, então, fazer algo para transformar o sonho do WAG em realidade. Criaram um aplicativo de celular onde as pessoas podem publicar suas boas ações e assim incentivar outros a fazerem o mesmo. Além disso, as boas ações geram uma espécie de moeda virtual, que pode ser doada para necessidades reais. Por fim, as necessidades são viabilizadas por empresas ou pessoas físicas dispostas a ajudar financeiramente essas causas.

Uma rede do bem, onde você pode ajudar com ou sem dinheiro. Baixe o App e seja um Wager!

BAIXE AGORA E REGISTRE SUAS BOAS AÇÕES